Num estado predominantemente plano que é o Rio Grande do Sul, a Serra Gaúcha é o principal acidente geográfico, com altitudes moderadamente altas, de até cerca de 1.300 m. A região das Serras é constituída pelas cidades de Gramado, Canela, Nova Petrópolis, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa,Garibaldi e Caxias do Sul, São Francisco de Paula, Antônio Prado, Nova Roma do Sul, Farroupilha, Nova Prata, Veranópolis,Bom Jesus, Flores da Cunha e Nova Pádua, dentre outras.

Clima

Por estar localizada numa zona temperada do Brasil, seu clima é subtropical úmido, com invernos moderadamente frios e verões amenos (representado pela classificação climática de Köppen como Cfb). Durante o inverno, as temperaturas com relativa freqüência ficam negativas e a neve pode ocorrer, geralmente em quantidades muito pequenas e em poucos dias dessa estação. Nevadas com acumulações no solo são raras. Fortes geadas, contudo, são mais freqüentes.

Regiões culturais

A região das Serras é dividida em três regiões culturais: a região gaúcha, a alemã e italiana.

Região gaúcha

Foi a única região das serras que não sofreu a influência dos imigrantes europeus. Aqui a cultura gaúcha permanece predominante, se assemelhando à região dos pampas. Em cidades como São Francisco de Paula e São José dos Ausentes, fábricas de couro e características gaúchas, como o hábito de tomar chimarrão, são marcantes, completadas pela paisagem, formada pelos cânions de Itaimbenzinho, Fortaleza e Malarca.

Região alemã

A região alemã, também chamada de Região das Hortênsias, engloba cidades como Gramado, Canela e Nova Petrópolis. Guarda diversos aspectos da colonização alemã. Os primeiros grupos de imigrantes chegaram da Alemanha na primeira metade do século XIX, porém, a colonização efetiva aconteceu na década de 1850, parando nas encostas das serras. Os imigrantes que aqui chegaram, em sua imensa maioria, eram alemães, oriundos da Renânia (Hunsrück), da Pomerânia, Saxônia, Baviera, Prússia e Boêmia.

Pelo fato da maior parte dos imigrantes terem vindo do Hunsrück, o dialeto que prevaleceu foi o Hunsrückisch. Ainda hoje existem muitos falantes da língua alemã nas Serras, principalmente nas localidades do interior, embora a maioria hoje em dia fale apenas o português. Além da influência no idioma, os descendentes de alemães preservam as festas e hábitos alimentares, com destaque para o café colonial.

Região italiana

A região italiana, também chamada de Pequena Itália, engloba cidades como Carlos Barbosa, Garibaldi, Bento Gonçalves, Farroupilha, Flores da Cunha e Caxias do Sul. Começou a ser colonizada em 1875, quando ali chegaram os primeiros imigrantes italianos. Como os alemães colonizaram as terras baixas, os italianos tiveram que subir as serras e povoar as terras altas.

A cultura é praticamente a mesma do Vêneto, região de onde veio a maioria dos imigrantes. O dialeto falado por muitos é o talian, que tem sua origem no Norte da Itália.

A produção de uva e vinho, trazida pelos imigrantes, se expandiu por toda a região, tornando-se a base da economia da região italiana do Rio Grande do Sul


Turismo


As Serras Gaúchas tornaram-se um pólo turístico, atraindo milhares de pessoas todos os anos. A maior parte dos turistas chegam no inverno, à procura do clima frio, raro de se encontrar no Brasil. Além do clima, a região possui belas paisagens, formadas por cânios, cascatas dágua e mata de araucária. Existem passeios diversos, como o Mini-Mundo e a chamada "Casa do Papai Noel". No final do ano, as cidades se iluminam para receber o Natal. Além disso, a gastronomia da região é muito rica, e a sua cultura européia herdada de imigrantes alemães e italianos recriaram um pedaço da Europa em terras brasileiras.


Fonte : wikipedia.org

 
Churrascaria Imperador | Todos os Direitos Reservados | 54 3225.1513 |      /churrascariaimperador
Horário de Atendimento : Segunda-feira: fechado
Terça à Sexta-feira : 11:30 às 14:00 - 19:15 às 22:50
Sábado : 11:30 às 14:30 - 19:15 às 22:50
Domingo : 11:15 às 15:00 - 19:15 às 22:00